Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Poemas’ Category

Te odeio

E, por favor, não me leve na brincadeira

Te odeio deveras.
Sinceramente.
Legitimamente.
Inenarravelmente.

É esse seu jeito infantil debiloide
Seu andar de pato quando vai embora
Sua óbvia incompetência em atingir qualquer coisa
E o seu choro carente,
Mendigando que te façam feliz.

Às vezes me dá vontade de te odiar juntinho,
Desprezando bem de perto sua cara feia
Te corrigindo a cada besteira que falar
Rindo de todos os patéticos sonhos que me conta.

Queria mesmo que percebesse como é um idiota
E então se afundasse em sua própria insignificância.
Mas te odeio assim,
Deliciosamente.

http://www.facebook.com/Gabuman/posts/262956180499171

Anúncios

Read Full Post »

Meu medo

Meu medo é reconhecer meus erros
As consequências da minha omissão
As críticas de quem as sofreu

Meu medo é enfrentar dificuldades
Sair da inércia confortável
Esforçar-me por qualquer coisa boa

Meu medo é encontrar minhas verdades
Descobrir minha vida por meus olhos
Seguir meu futuro do qual não há volta.

Read Full Post »

Sinto saudade dos beijos que não demos
Dos abraços que não tivemos
Da cama que não dividimos
Do dia que não disse “te amo”

Read Full Post »

Inspiração

Vazio é o que se encontra em mim
Ausência do não está
Memória esquecida do que não foi
Falta daquilo que nunca tive
Saudade da inspiração que não perdi

Read Full Post »